/** PIXELS **/ /** PIXELS **/ Discipulado - Discipulado e Inclusão

ver-artigo

NOTÍCIAS

Home Notícias Discipulado e Inclusão

images

28 Jun 19

Discipulado e Inclusão

Os temas “acessibilidade” e “inclusão” vem ganhando espaço nos debates das últimas décadas. O amplo espaço que vem ganhando se deve entre vários fatores a necessidade de preencher uma lacuna de “igualdade social” muito difundida.
 
No entanto, sem entrar no mérito da construção do pensamento e sim especificamente tratar da realidade social a qual fazemos parte, foi que a
 Igreja Evangélica Assembleia de Deus em Joinville – IEADJO, presidida pelo Pastor Sérgio Melfior, está em fase de implantação de um projeto voltado a inclusão de pessoas com deficiência.
 
O entendimento do texto bíblico narrado por Marcos capitulo 16 e versículo 15, é o ponto de contato para que haja uma compreensão mais ampla sobre a responsabilidade da igreja de Cristo frente ao ide de Jesus.
 
O imperativo é claro: 
“E disse-lhes: Ide por todo o mundo, pregai o evangelho a toda criatura. ”
 
Porém existem perguntas que precisam ser respondidas, e Romanos no capitulo 10, versículo 14 diz:
“Como, pois, invocarão aquele em quem não creram? e como crerão naquele de quem não ouviram? e como ouvirão, se não há quem pregue?”.
 
Partindo do pressuposto de que temos o dever de comunicar o evangelho a todos, surge a necessidade de suprir a demanda de milhares de vidas que acabam não sendo alvo da mensagem de Deus pela escassez de ferramentas facilitadoras para tal entendimento.
 
Foi a partir dessa visão que o Pastor Sérgio Melfior, juntamente com a diretoria da IEADJO tem dado aval para a elaboração do 
“Projeto de Inclusão” (através do Evangelismo e Discipulado), que está em desenvolvimento com a ajuda de voluntários, dentre eles o Pb. Fabiano da Silva Santos.

O projeto visa atender o município com o evangelismo a fim de aplicar o Discipulado para a compreensão do Evangelho e sua restauração como os primeiros passos para a solidificação da fé em Cristo Jesus.

Obreiros, membros e congregados aptos a discipular serão os agentes facilitadores para o bom andamento das atividades que compõem o projeto.

Além de tornar os cultos compreensíveis, pretende-se contribuir para a qualidade de vida das comunidades, lares e grupos de deficientes surdos, cegos, cadeirantes, pessoas com pouca mobilidade e baixa intelectualidade.

O foco é aproximar ainda mais a congregação do ambiente familiar facilitando a integração dos indivíduos.
 Num primeiro momento será feito o recrutamento de voluntários portadores de deficiência e familiares com deficientes nos lares, sendo aplicado o estudo com base na revista “Conhecendo o Amor de Deus” também na versão em 
LIBRAS (Língua Brasileira de Sinais), concluindo as 12 lições.
 Após a conclusão, cada aluno receberá um certificado. No caso de alunos com pouca ou baixa visão os certificados serão entregues em 
BRAILE.

Compartilhe!